O FENÔMENO DA GLOBALIZAÇÃO E AS CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS DE SASKIA SASSEN: UMA ANÁLISE DAS POSSIBILIDADES DE REALIZAÇÃO DE PRÁTICAS SOCAIS EMANCIPATÓRIAS NA CIDADES GLOBAIS

Autores

  • ELENISE FELZKE SCHONARDIE Universidade Regional Integrado do Alto Uruguai e das Missões
  • GILMAR ANTONIO BEDIN Universidade de Santiago do Chile

Resumo

O artigo aborda o fenômeno da globalização e suas contribuições para a ampliação da complexidade do mundo atual e para a emergência de novos atores na sociedade internacional. Essa análise é feita a partir dos aportes teóricos de Saskia Sassen sobre o papel das cidades globais e das possibilidades de realização de práticas sociais emancipatórias nesses importantes territórios urbanos. Assim, o problema de investigação pressupõe a relativização do papel dos Estados como núcleo fundamental da sociedade internacional e o fortalecimento das cidades globais como local estratégico para a materialização do fenômeno da globalização econômica. Além disso, o trabalho destaca que estes espaços urbanos são, ao mesmo tempo, lugares de disputas políticas estratégicas e de práticas sociais emancipatórias relevantes. Em consequência, a conclusão do trabalho é que as cidades globais são locais estratégicos para a produção e reprodução do grande capital financeiro transnacional essenciais para a economia global, nos quais a presença das novas tecnologias são determinantes para as operações em escala planetária, constituindo em novas territorialidades, mas que também são locais de confrontação ativa de novos atores sociais, com potencial de se tornar lugares de referência de novas práticas políticas inovadoras e voltadas à efetivação dos direitos humanos. Em relação a metodologia, destaca-se que a pesquisa utilizou o método de abordagem hipotético-dedutivo e o método de análise histórica e sociológica. A técnica de pesquisa utilizada foi a bibliográfica.

Biografia do Autor

ELENISE FELZKE SCHONARDIE, Universidade Regional Integrado do Alto Uruguai e das Missões

Pós-Doutoranda em Direito junto ao Programa de Doutorado em Direito da Universidade Regional Integrado do Alto Uruguai e das Missões – URI/SAN. Doutora em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS. Mestre em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC. Professora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direitos Humanos – Mestrado e Doutorado -da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ/Brasil. Professora do Curso de Graduação em Direito da UNIJUÍ. Membro do grupo de pesquisa Direitos Humanos, Governança e Democracia – MUNDUS; Membro da Rede Internacional Interdisciplinar de Desigualdades.

GILMAR ANTONIO BEDIN, Universidade de Santiago do Chile

Pós-Doutor pela Universidade de Santiago do Chile (USACH). Doutor e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharel em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Professor dos Cursos de Graduação em Direito e dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito – Mestrado e Doutorado – da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ) e da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq: Direitos Humanos, Governança e Democracia. Membro da Rede Internacional Interdisciplinar de Desigualdades.

Referências

IANNI, Octavio. Teorias da globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.

BECK, Ulrich. A metamorfose do mundo: novos conceitos para uma nova realidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2016.

GIDDENS, Anthony. Mundo em descontrole: o que a globalização está fazendo de nós. 6. ed. Rio de Janeiro: Record, 2007.

SANTOS, Milton. Técnica espaço tempo: Globalização e meio técnico-científico informacional. 3 ed. São Paulo: Editora Hucitec, 1997.

SASSEN, Saskia. The Global City: New York, London, Tokyo. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 2001.

SASSEN, Saskia. Sociologia da Globalização. Porto Alegre: Artmed, 2010.

SASSEN, Saskia. Los espectros de la globalización. Buenos Aires: Fondo de Cultura Econômica, 2003.

SASSEN, Saskia. As cidades na economia mundial. Tradução de Carlos Eugênio Marcondes de Moura. São Paulo: Studio Nobel, 1998.

SASSEN, SASKIA. Territorio, autoridad y derechos: de los ensamblajes medievales a los ensamblajes globales. Buenos Aires: Katz Editores, 2013.

SASSEN, Saskia. Expulsões: brutalidade e complexidade na economia global. Tradução Angélica Freitas. Rio de Janeiro, 2016.

SASSEN, Saskia. Ciudad Global: introdución a um concepto. In, Las multiples caras de la globalización. Madrid: BBVA, 2009.Disponível em: https://www.bbvaopenmind.com/wp-content/uploads/2010/01/BBVA-OpenMind-Las_multiples_caras_de_la_globalizacion.pdf

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

FELZKE SCHONARDIE, ELENISE; BEDIN, GILMAR ANTONIO. O FENÔMENO DA GLOBALIZAÇÃO E AS CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS DE SASKIA SASSEN: UMA ANÁLISE DAS POSSIBILIDADES DE REALIZAÇÃO DE PRÁTICAS SOCAIS EMANCIPATÓRIAS NA CIDADES GLOBAIS. Revista Pensamento Jurídico, São Paulo, Brasil, v. 17, n. 2, 2023. Disponível em: https://ojs.unialfa.com.br/index.php/pensamentojuridico/article/view/819. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos