Comprometimento Organizacional: uma análise das bases conceituais

  • Givaldo Carlos Candrinho
Palavras-chave: Comprometimento organizacional; múltiplos Comprometimentos; Sistema de comprometimento.

Resumo

A ciência psicológica, por estar situada entre as áreas das ciências humanas, tem suscitado diversos debates a respeito de suas epistemologias desde seu início. Tal diversidade implica em uma ampla gama de métodos de pesquisa e sua aplicabilidade, bem como os conceitos que os cerca. No mundo do trabalho, compreender o conceito de comprometimento é importante para que a partir dele, as organizações possam desenvolver metodologias eficazes, que levam em consideração os colaboradores. Pela centralidade na relação que os indivíduos estabelecem com a sua organização, suas tarefas e equipes de trabalho, sua tradição de pesquisa tem mais de quatro décadas, se tomarmos como marco inicial estudos de Mowday, Steers & Porter (1979) ao proporem uma escala para mensurar tal fenômeno. A larga história configura-o como um construto polissêmico e multifacetado pela sua complexidade e dispersão que cerca sua conceitualização colocando suas categorizações bastante difusas, isto é, o conceito por não se atrelar a nenhuma teoria, mas sim a teorização, está sujeito a imprecisão. Neste sentido, o presente artigo, de carácter teórico, objetiva analisar a problemática da falta de consenso em torno das bases do conceituais a respeito do comprometimento organizacional, verificar ele vem evoluindo com o tempo.

Publicado
2021-02-18
Seção
Psicologia das Organizações e do Trabalho